(12) 3424-3380

Tabaco

Tabaco: O fato de que o cigarro é prejudicial à saúde já é de conhecimento geral. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o hábito de fumar é considerado a principal causa de morte evitável – 4,9 milhões de pessoas morrem todos os anos.

O cigarro causa cerca de 50 doenças diferentes, principalmente por ter mais de 4 mil substâncias nocivas em cada um. Além da nicotina, que é a mais conhecida, confira outras quatro que são tóxicas:

Nicotina: O QUE CAUSA – É considerada a substância mais mortífera do cigarro, já que é a responsável pela dependência química. Quanto mais o fumante consome cigarros, mais exposto fica a outros milhares de substâncias tóxicas.

Monóxido de carbono: O QUE CAUSA – O mesmo gás inflamável expelido pelos escapamentos de veículos é o principal ingrediente da fumaça do cigarro. Ele se liga às hemácias do sangue de forma permanente, impedindo o transporte eficaz de oxigênio no corpo.

Plutônio: O QUE CAUSA – Esse metal, emissor de radiação alfa, utilizado em armas nucleares, é altamente cancerígeno, muito associado ao câncer de pulmão. Tem efeito cumulativo e a ingestão de pequenas quantidades (presentes no cigarro) prejudica o funcionamento dos rins.

Cancerígenos: SUBSTÂNCIAS: Nitrosaminas, policíclicos e metais pesados (arsênio, cádmio etc.), O QUE CAUSAM – São associados a cânceres de pulmão, além dos de esôfago e língua (nitrosaminas), de mama (policíclicos aromáticos) e de próstata (metais pesados).

Cianeto de hidrogênio: O QUE CAUSA – Esse gás incolor, usado no combate a pragas, cupins e baratas, combina-se com o ferro da hemoglobina, bloqueando a recepção do oxigênio pelo sangue. Em alta concentração, pode matar por sufocamento químico.